GERAL
Typography

PINDUCAOCAMAA.jpg

O Tribunal de Contas do RS(TCE-RS) considerou irregular as contas do ex- presidente da Câmara de Vereadores de Cacequi, referente ao ano de 2013.O órgão determinou que o então presidente da casa no período, Dionísio Prates retorne  aos cofres públicos um valor de R$99 mil.

Informações extraoficiais dão conta que o legislador Cacequiense irá recorrer da sentença, em reportagem ao site da Rádio Gaúcha, Pinduca diz   não se considerar responsável,ele afirma que alguma das irregularidades até podem ter acontecido, mas que muitas são fruto de “picuinhas políticas”.

 

Problemas apontados pelo TCE
- irregularidades no pagamento de adicional de risco de vida, no adiantamento de partes dos vencimentos/subsídios sem comprovação de desconto em folha de pagamento
- contratação irregular de empresa fornecedora de software
- contratação de empresa de contabilidade de propriedade de servidor público
- contratação de agência de estágios sem licitação
- ausência de prestação de contas de diárias
- pagamento de ressarcimento de combustível sem previsão legal
- pagamento de combustível sem finalidade pública
- liquidação de despesas sem nota fiscal ou com recibos inidôneos
- pagamento de despesa com extravio da nota de empenho e da nota fiscal, sem comprovação da finalidade do gasto
- pagamento irregular de serviços de capina, poda e jardinagem
- pagamento indevido dos serviços de transmissão das sessões legislativas
- não cumprimento da negativa de registro de aposentadoria

CURTA NOSSO FACE!!

FIQUE INFORMADO,RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DIRETO NO SEU E-MAIL:
Google+