GERAL
Typography

11800430_1046279535411863_2370391813822300654_n.jpg

A Polícia Civil prendeu, durante uma operação na manhã desta segunda-feira, dois suspeitos de terem assassinado um jovem de 24 anos com 12 tiros na frente da mulher em Cacequi. O crime aconteceu no fim da noite de 28 de setembro.

De acordo com a delegada Ana Luiza Tarouco, responsável pela operação, Leonardo Acosta chegava em casa na Rua José do Patrocínio, bairro Maria Nora, junto da companheira, quando os criminosos fizeram a abordagem. Rendidos, a companheira dele foi amarrada e ele foi executado a tiros. Os criminosos fugiram a pé. A companheira dele não se feriu.

A delegada Ana Luiza explica que quatro suspeitos de envolvimento no crime já foram identificados. A motivação estaria relacionada a uma disputa por ponto de tráfico de drogas. Os dois suspeitos, 21 e 23, foram presos por volta das 6h30min nas ruas Antônio Lemos e Treze Maio, respectivamente, as duas no centro da cidade. Os dois estavam dentro das casas onde viviam. Os outros dois estão foragidos.

– Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas casas dos suspeitos e quatro mandados de prisão temporária. Os dois suspeitos presos ainda não prestaram depoimento, mas isso deve acontecer em uma próxima etapa. A prisão temporária é válida por 30 dias e prorrogável por mais 30. Pretendo pedir a conversão de temporária para preventiva, que não tem prazo – explica a delegada.

A operação foi batizada de Pedibus. O nome, de acordo com a delegada Ana Luiza, surgiu a partir da união dos dois apelidos da vítima, "Pé" e "Nado", mas em latim.(DIÁRIO DE SANTA MARIA)

CURTA NOSSO FACE!!

FIQUE INFORMADO,RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DIRETO NO SEU E-MAIL:
Google+