GERAL
Typography

 PLANTAO

Uma mulher de 34 anos acorrentou seu filho de 19, usuário de crack, em São Sepé, na Região Central. Ela afirma que seu filho tem problemas com a substância desde os 15 anos e já esteve internado por cinco vezes desde maio do ano passado.

Quando o jovem sente necessidade de usar a droga, ele acaba pegando objetos de casa e até mesmo comida para trocar pelas pedras. A mãe e a companheira dele têm medo que ele possa ser preso ou roube de outras famílias.

Um novo pedido de internação foi feito pela família, pois a mãe afirma que o período de desintoxicação de 21 dias não é suficiente para manter a situação do jovem estável. Ela ressalta que também é necessária uma internação fechada em clínica.

De acordo com a Defensoria Pública em São Sepé, esse tipo de caso é comum no município. O defensor José Marks diz que a cidade tem cerca de 23 mil habitantes e que pelo menos dois casos dessa origem são registrados por semana.

O pedido da sexta internação foi solicitado em 11 de fevereiro e encaminhado à Justiça. Nesta segunda-feira (23), um novo pedido em caráter emergencial foi solicitado pela Defensoria Pública. A justiça decidiu nesta tarde pela internação do jovem.

CRÉDITOS: (Rádio Gaúcha).Sabrina Kluwe Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

CURTA NOSSO FACE!!

FIQUE INFORMADO,RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DIRETO NO SEU E-MAIL:
Google+