GERAL
Typography

IBGE

IMAGEM ILUSTRATIVA.

Desde o ano de 2012 o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vêm realizando uma nova modalidade de pesquisa domiciliar, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). Ao contrário dos Censos, realizados em intervalos maiores de tempo, a PNAD Contínua é realizada durante todo o ano respondendo à demanda de diversos setores do País por informações conjunturais, ou seja, de curto prazo, sobre a inserção da população no mercado de trabalho.

As informações colhidas pelo instituto são estritamente confidenciais e não podem ser divulgadas individualmente, pois através da lei n° 5.534/68 o cidadão tem garantido o direito de sigilo estatístico e o dever de prestar informações estatísticas ao IBGE.

A divulgação da PNAD Continua do dia 07 de maio apresentou, pela primeira vez, dados referentes às unidades da federação.

No Rio Grande do Sul observou-se um aumento da taxa de desocupação passando de 5,4 % para 5,6 % do 1° trimestre de 2014 para o primeiro de 2015, a 4ª menor do Brasil. Entre demais unidades da federação, no primeiro trimestre de 2015, Santa Catarina teve a menor taxa (3,9%) e o Rio Grande do Norte a maior taxa (11,5%). Em nível nacional, a taxa de desocupação foi estimada em 7,9% no 1º trimestre de 2015, enquanto no 1º trimestre de 2014 foi de 7,2%.

A taxa de desocupação, é o percentual de pessoas que estavam sem trabalho e na semana de referência, em relação ao total de pessoas na força de trabalho (população economicamente ativa).

A agência do IBGE, localizada em Santana do Livramento é responsável pela coleta de informações em cinco municípios: (Cacequi, Dom Pedrito, Rosário do Sul, Santana do Livramento e São Gabriel).

Em cada Trimestre são visitados em torno de 196 domicílios na região (urbana e rural). A coleta é feita por entrevistadores identificados por crachás, que, tendo em mãos um coletor eletrônico de informações, visitam as residências selecionadas pela amostra. O domicílio, selecionado por amostra, fará parte da pesquisa cinco vezes, com intervalo de dois meses entre uma entrevista e outra.

Com os dados levantados nos domicílios selecionados, é construída uma base de informações ampla e continuamente atualizada, fundamental não apenas para o planejamento de iniciativas públicas e privadas, mas também para o cidadão conhecer a realidade socioeconômica do país e dos estados, ferramenta importante para o exercício do direito à cidadania.

Assim, a agência do IBGE em Santana do Livramento através desse texto busca esclarecer essas questões para que o cidadão, caso seu domicílio seja selecionado para a pesquisa, colabore respondendo as perguntas feitas pelos agentes de pesquisa, contribuindo para uma importante fonte de dados capaz de apresentar um diagnóstico representativo das transformações socioeconômicas do país e dos estados

(POR IBGE- SANTANA DO LIVRAMENTO)

CURTA NOSSO FACE!!

FIQUE INFORMADO,RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DIRETO NO SEU E-MAIL:
Google+